O que fazer em Montmartre: um dia no melhor bairro de Paris

Mais do que visitar a Sacré-Cœur ou sair à noite, conheça lugares incríveis e coisas interessantes para conhecer em um passeio por Montmartre, em Paris.

Montmartre
Montmartre brilha à noite, e há muita coisa para fazer nesse lindo bairro no 14o arrondissement de Paris

Montmartre é uma daquelas joias mal-compreendidas de Paris. Sim, tem milhares de turistas subindo todos os dias os degraus para avistar a Basílica da Sacré-Cœur, enquanto desgustam uma comida “francesa” e tiram uma casquinha do horizonte parisiense lá de cima…mas o que mais tem por entre aquelas adoráveis ruazinhas de pedras? Veja nossas dicas de como explorar esse incrível bairro na colina de Paris.

Quer descobrir mais ótimos lugares para visitar em Paris? Baixe nosso guia de viagem de Paris para iPhone!

1. Rue de L’Olive

Montmartre: Um cantinho relaxante no 18o arrondissement.

Um cantinho relaxante no 18o arrondissement.

Escondida entre as movimentadas ruas e estradas do norte de Paris, a Rue de l’Olive é uma pequenina rua de compras com um farto mercado coberto. Antes um mercado de gado, o espaço abriga uma tentadora seleção de queijos, frios, frutas e legumes.

Na hora do almoço, há opções de restaurantes de comida caribenha, tailandesa, italiana, entre outros. Ou se preferir, saboreie uma taça de vinho no En Vrac, um bar de vinhos orgânicos bem na esquina, ou um café em uma das brasseries locais. Seja qual for a sua escolha, sempre estará acompanhado de uma vista bela e ensolarada.

Onde: Rue de l’Olive, 18o arr.
Telefone: n/a
Estação próxima: Marx Dormoy

2. Le Bal Café

Montmartre: Delícias para provar no Le Bal, ótimo café em Montmartre.

Delícias para provar no Le Bal, ótimo café em Montmartre.

Misto de cafeteria e galeria de arte, a ideia por trás do Le Bal é encorajar a reflexão sobre a própria realidade. Por meio de variadas formas de documentação visual, como fotografia, vídeo e filme, o próprio ato da representação é explorado através de exposições e eventos frequentes.

O local já sediou um salão de baile transformado em bordel no inicio dos anos 20 (daí o nome em francês). Le Bal Café é também super receptivo para crianças, tendo um playground bem do lado. Com design interior no estilo escandinavo e uma cozinha anglo-francesa, o ambiente é aconchegante, o menu bastante convidativo e o café uma delícia. E não deixe também de dar um pulo na livraria.

Onde: 6, Impasse de la Défense, 18o arr.
Telefone: +33 1 44 70 75 51
Estação próxima: Place de Clichy, La Fourche

3. Parc Clichy-Batignolles – Martin Luther King

Montmartre: Uma pausa no Parc Clichy-Batignolles, em Montmartre

Uma pausa no Parc Clichy-Batignolles, em Montmartre.

Com um ritmo tão intenso de viagem, a melhor coisa às vezes é ficar sem fazer nada por um período. Um ótimo lugar no centro de Paris para dar essa pausa, e uma excelente alternativa para o geralmente lotado Parc des Buttes Chaumont, é o amplo e moderno Parque Martin Luther King.

É um ótimo local para fazer um piquenique ou simplesmente tirar um cochilo na grama – uma bela e decorada rede de caminhos e lagos repletos de vitórias-régias e juncos. Tem também um playground para os pequenos, e uma pista de skate e um campo de futebol para entreter os mais ativos.

Onde: 147 rue Cardinet, 17o arr.
Telefone: +33 1 44 69 17 17
Estação próxima: Brochant

4. Café Lomi

Montmartre: Café Lomi – ótima opção de cafeteria em Montmartre

Café Lomi – ótima opção de cafeteria em Montmartre.

Uma ótima e conveniente parada depois de explorar Montmartre e a Sacré-Cœur, essa cafeteria especializada vai deleitar os apreciadores de um bom café. Com grãos moídos no local, os funcionários orgulham-se em explicar a procedência e o processo de torra dos grãos.

O clima internacional é ilustrado nos dois lados do balcão – a equipe fala inglês, e está sempre à disposição dos clientes interessados. Há ainda uma pequena variedade de delicias doces e salgados, todas caseiras, que podem ser degustados perto da imensa janela ou do lado de fora, com vista para o colorido mural de graffiti do outro lado da rua.

Onde: 3, rue Marcadet, 18o arr.
Telefone: +33 9 80 39 56 24
Estação próxima: Marcadet-Poissonniers

5. Passage Jouffroy

Montmartre: Volte no tempo para uma era de alta classe pela Passage Jouffroy

Volte no tempo para uma era de alta classe pela Passage Jouffroy.

A Passage Jouffroy é um das passagens cobertas mais antigas de Paris, mas por algum motivo não é muito conhecida. É daquelas super agradáveis de atravessar em um dia de chuva, ouvindo os pingos no telhado de vidro, enquanto passeia por entre as várias lojas sem ser perturbado.

Pain d’Epices tem uma coleção incrível de casas de bonecas, enquanto M&G Segas trabalha exclusivamente com bengalas antigas, e o número 63 tem tudo sobre talheres. A passagem continua do outro lado da Rue de la Grange Batelière, e muda o nome para Passage Verdeau, e é lá que se encontra lojas de gravuras em metal, bordados, livros infantis antigos, delicias italianas, entre outras.

Onde: Passage Jouffroy, 9o arr.
Telefone: +33 1 48 24 03 83
Estação próxima: Grand Boulevard

6. La Recyclerie

Montmartre: Toda visita por Montmartre merece uma parada na La Recyclerie

Toda visita por Montmartre merece uma parada na La Recyclerie

Orgulhosamente eco-consciente, a La Recyclerie vale uma visita – ainda que esteja no limite do horizonte do turista mediano. A palavra de ordem é conduta eco-responsável, e a reciclagem passa por todas as atividades – de mercados e pulgas a lojas de ferramentas, até a reutilização dos restos de comida da cantina.

Localizada na antiga estação Gare Ornano, até o espaço ao longo dos trilhos foi convertido em um jardim urbano! E não se espante com as cobras e galinhas que por lá. Confira o calendário de eventos, de acordo com idade ou interesse de atividades, ou apenas apareça para almoçar e ver tudo de pertinho.

Onde: 83, Boulevard Ornano, 18o arr.
Telefone: +33 1 42 57 58 49
Estação próxima: Porte de Clignancourt

7. Musée de la Vie Romantique

 Montmartre: Dê um pulo no simpático café junto ao Musée de la Vie Romantique

Dê um pulo no simpático café junto ao Musée de la Vie Romantique.

Tudo bem que o Musée de la Vie Romantique não pode competir com os grandes museus de arte parisienses. É apenas uma antiga villa italiana cheia de flores no fim de uma rua perdida. Mas vale muito a pena dar uma volta pelo belo jardim, caminhar por entre as pequenas salas ou sentar para ler um livro em um sofá em estilo vitoriano.

O museu é dedicado à era romântica de 1820-1850 e o ambiente é recriado com o papel de parede estampado feito de couro, as cortinas drapeadas e o mobiliário original. O jardim é repleto de árvores antigas e você pode tomar um chá em um pequena estufa pintada de verde. Simplesmente adorável.

Onde: 16, Rue Chaptal, 9o arr.
Telefone: +33 1 55 31 95 67
Estação próxima: Blanche

8. À la Volée

Montmartre: salão À-la-Volée valem a visita ao 17o arr

Não exatamente em Montmartre, mas as delicia do salão À-la-Volée valem a visita ao 17o arr.

Muitos dizem que Paris é vivida através de experiências sensoriais, especialmente a do paladar. Esse pequeno salão de chá e confeitaria é o local perfeito para as formiguinhas de plantão.

A decoração e a apresentação em geral lembram a festa de uma bisavó – as pequenas e charmosas xícaras, pratos com estampas florais e bules de chá enormes, tudo organizado com riqueza de detalhes.

Bolos, biscoitos, tortas, cheesecakes…a lista e variações dos doces à disposição parecem infinitas. O simpático e talentoso proprietário tem o maior orgulho de seus produtos e do conceito da loja, e adora bater papo no balcão com os clientes.

Onde: 21 rue des Dames, 17o arr.
Telefone: +33 1 42 93 76 02
Estação próxima: Place de Clichy

Aproveite para baixar gratuitamente nosso guia momondo places de Paris para mais dicas exclusivas de como aproveitar a cidade. E não deixe de conferir o que fazer em Paris sem gastar nada!