Os 9 lugares mais legais para fazer intercâmbio

Antes de por em prática aquele sonho de estudar no exterior, conhecer outras culturas e aprimorar os conhecimentos, fica a dúvida: qual destino escolher? Conheça os melhores lugares para fazer intercâmbio e seus atrativos.

melhores lugares para fazer intercambio
Fazer novas amizades é uma das melhores partes da vida de intercambista © trentenkelleyphotography

Aliar a vontade de viajar e conhecer novas culturas com a chance de estudar e aprimorar os conhecimentos é o sonho de muita gente. E fazer um intercâmbio é geralmente a melhor maneira de unir todos esses benefícios.

Afinal, não é à toa que o mercado de intercâmbios só cresce no Brasil – cerca de 300 mil pessoas viajam todos os anos. Mas qual destino escolher? Quais fatores levar em conta? A seguir, a gente lista os 9 melhores lugares para fazer intercâmbio no exterior, baseado em custos, qualidade de ensino e, claro, os principais atrativos de cada local.

Canadá

Intercambio canada

Toronto é a campeã na preferência de quem vai faz intercâmbio no Canadá

Dá para entender facilmente porque o Canadá é o destino preferido dos brasileiros para fazer intercâmbio. Primeiro, por ter quase nenhuma burocracia para o visto. Depois por dar a chance de aprender duas línguas ao mesmo tempo – inglês e francês, os dois idiomas oficiais do país. Fora que é bem mais barato do que estudar nos EUA ou na Inglaterra, por exemplo.

Toronto, Vancouver e Montreal são as cidades preferidas. Três cidades, aliás, que ilustram bem o que o país tem de melhor: qualidade de ensino, hospitalidade, modernidade, segurança e oportunidades de trabalho (qualquer estudante com estadia superior a seis meses pode trabalhar). Além, claro, das belezas e atrações turísticas de cada uma.

Todas exibem paisagens naturais que misturam praias, montanhas, parques, florestas, lagos e rios, um ar puro predominante, estações do ano bem definidas, sistemas de transporte eficientes e povos super receptivos. Como resistir?

Encontre passagem para o Canadá

Estados Unidos

intercambio EUA

As belas paisagens e o clima descontraído são grandes atrativos de San Francisco, um dos melhores lugares para fazer intercâmbio nos EUA

Logo depois do Canadá, os EUA são o segundo maior alvo dos intercambistas. Também pudera: cada um dos seus 50 Estados e suas principais cidades têm peculiaridades e atrativos distintos.

Da noite que nunca dorme de Nova York às tentações consumistas de Miami; dos cassinos e farra sem fim de Las Vegas ao charme ao mesmo tempo histórico e moderno de Boston; da vibe praiana e descolada de San Francisco ao glamour hollywoodiano de Los Angeles.

Embora mais burocrático que seus “concorrentes”, estudar nos EUA representa ver de perto o “american way of life” tão impregnado no imaginário coletivo, além de ter a chance de usufruir das oportunidades que um país com estabilidade econômica oferece, com todo tipo de programa de incentivo ao estudante e intercambista, incluindo os estrangeiros.

Leia mais: 10 destinos preferidos dos brasileiros nos EUA

Encontre passagem para os EUA

Reino Unido

intercambio irlanda

O Trinity College de Dublin ilustra bem a qualidade de ensino disponível para quem faz intercâmbio na Irlanda

Mudando o rumo para a Europa, não tem pra ninguém: Londres é a campeã. Aliás, o Reino Unido como um todo cresce em popularidade entre os intercambistas, incluindo cidades menores, mas que ostentam algumas das mais renomadas (e antigas) faculdades e escolas do mundo – alguém falou em Oxford? Cambridge?

Em poucas cidades como a capital da Inglaterra, o novo e o velho, o moderno e o tradicional se misturam tão bem. A começar pelo próprio idioma – considerado mais difícil de aprender/entender/falar que outras vertentes, o inglês britânico, porém, também é chamado o inglês “puro” ou “de berço”, que vai preparar o falante para qualquer situação. E Londres, com toda sua efervescência cultural, oferece inúmeras oportunidades para praticá-lo.

Uma opção vizinha mais barata e, por consequência, preferida por muitos brasileiros, é Dublin, capital da Irlanda. O sotaque do inglês pode soar carregado no início, mas logo a simpatia e receptividade dos moradores superam qualquer obstáculo. Especialmente se for durante um bate-papo em um dos muitos pubs bacanas da cidade (vai uma Guinness aí?).

Leia também: o que fazer de graça em Londres

Espanha

intercambio espanha

O objetivo é, sim, estudar…mas com esse visual, como resistir às praias de Barcelona durante seu intercâmbio na Espanha?

Alegre, quente e vibrante, a Espanha faz jus a seus adjetivos-chavão já na primeira visita. Além das riquezas naturais e culturais, e a história riquíssima, é na mundialmente reconhecida qualidade de ensino que o estudante pode basear sua escolha como destino para o intercâmbio – incluindo ótimas universidades e variadas bolsas de estudo.

As favoritas, claro, são Barcelona e Madrid. A primeira, com seu ar cosmopolita e uma invejável harmonia de praia, cultura e festa, é preferida de dez entre dez jovens. Já a capital também esbanja belezas arquitetônicas e atrativos culturais e gastronômicos para ver e conhecer durante um semestre, ou dois, ou três…

Leia mais: aprenda sobre o melhor da gastronomia espanhola

Encontre passagem para a Espanha

Alemanha

intercambio alemanha

História, cultura e uma mistura do antigo e do moderno fazem de Berlim uma opção única para um intercâmbio na Alemanha

Apesar da fama de durona, a maior economia da zona do euro sabe receber como ninguém seus visitantes estrangeiros. Na Alemanha, tudo gira em torno de eficiência e perfeição, inclusive – para felicidade dos intercambistas – o ensino.

Que o diga a capital Berlim, que vem cada vez mais caindo no gosto dos brasileiros. Efervescente em todos os sentidos, a cidade tem um ambiente histórico-cultural dos mais ricos, além de uma atmosfera jovem e moderna.

E um bônus irresistível: o país está bem no coração do Velho Continente e cheia de vizinhos importantes (leia-se, facilidade de viajar e conhecer outros países).

Leia mais: 13 curiosidades sobre a Alemanha

Encontre passagem para a Alemanha

França

intercambio frança

Um entardecer em Paris já justifica qualquer esforço durante seu intercâmbio na França…

Como se precisassem justificativas para a ideia de passar uma temporada no país mais visitado do mundo, com 3.900 museus, 38.900 monumentos históricos e mais de 5 mil quilômetros de litoral…Números à parte, a França é mesmo todo charme e elegância que fascinam o resto da humanidade.

E a espetacular capital Paris concentra o que o país tem de melhor: história, moda, gastronomia, arquitetura, artes, os perfumes mais maravilhosos… Aproveite tudo isso então para ir além do “bonjour” ou “merci” e aperfeiçoar seu francês.

Leia também: o que fazer de graça em Paris

Encontre passagem para a França

Austrália

intercambio australia

Uma pequena mostra do que é Melbourne no verão…nada mal para um intercâmbio na Austrália!

Clima quente, centenas de praias para banhistas e surfistas, baladas todos os dias da semana, liberdade e diversão. A Austrália é pura festa. Ok, quase isso. Mas fica fácil entender porque tanto brasileiro (e estrangeiros em geral) escolhem o maior país da Oceania para estudar inglês ou participar de programas ligados à conservação da natureza.

Além do excelente custo de vida e da incomparável abundância de belezas naturais, a cereja do bolo está na (rara) chance de poder trabalhar enquanto se estuda. Por isso, tanta gente escolhe cidades badaladas como Sydney, Melbourne e Perth para morar. E não se arrepende.

Encontre passagem para a Austrália

Nova Zelândia

intercambio nova zelandia

Assim é a vista da Viaduct Harbour, em Auckland…malas prontas para seu intercâmbio na Nova Zelândia?

Outro destino que cresce em popularidade entre os brasileiros é a Nova Zelândia, também na Oceania. Também pudera: para uma terra cuja alcunha é a “capital mundial da aventura”, não é de se espantar que atraia tantos mochileiros e jovens que unem o propósito de aperfeiçoar o inglês (e/ou trabalhar) com a chance de explorar paisagens tão sensacionais.

Auckland, na ilha norte, é a cidade favorita entre os intercambistas. Construída em cima de 50 vulcões (inativos, claro), é a simpática e receptiva porta de entrada do país. Antes de dizer que por lá não faltam opções de roteiros radicais, basta lembrar que foi um neozelandês que inventou o bungee jump!

Passagem para a Nova Zelândia

África do Sul

intercambio Africa do Sul

Zoo Lake Park, destaque na paisagem urbana de Joanesburgo – uma das vantages de fazer intercâmbio na Africa do Sul.

Eis um destino de intercâmbio para quem quer agregar ações humanitárias à sua temporada no exterior. Em um país permeado pelas diferenças, não faltam opções de programas de voluntariado para trazer ainda mais significado a sua passagem por lá.

Com seu imenso território (o dobro da França, por exemplo) e dona de uma incomparáveis fauna e flora, a África do Sul é marcada pela diversidade de seu povo, sempre muito receptivo com seus visitantes.

Repaginadas depois da Copa do Mundo de 2010, suas principais cidades ganharam ótimas infraestruturas. Entre elas, a Cidade do Cabo – seu principal cartão-postal e sede das melhores instituições de ensino do país – e Joanesburgo – a cidade mais rica do país, com suas inestimáveis belezas naturais e culturais.

Leia também: descobrindo a África do Sul de carro

Veja passagem para a África do Sul

E quando acabar o intercâmbio?

Melhores lugares para fazer intercambio

Acabados os estudos, é hora de por a mochila nas costas e curtir a viagem!

Assim que acaba o período de estudos, muitos intercambistas optam por viajar pelo próprio país onde estão ou pelos países vizinhos, aproveitando a proximidade e baixo custo das viagens. Quem estiver estudando em países do continente europeu, por exemplo, pode aproveitar facilmente a interligação das nações via trem ou passagens aéreas low cost, além da estadia em hostels e hotéis baratos. Aproveite para ver as nossas dicas sobre como montar um mochilão pela Europa, e boa viagem!