De bicicleta: o que fazer na Holanda!

Mas engana-se quem pensa que a Holanda é só Amsterdam. Nada disso! Existem muitas outras cidades holandesas que também garantem experiências incríveis aos seus visitantes, com a vantagem extra de serem menos turísticas que a capital. Animou? Então continue lendo que a momondo vai te ajudar a tirar esse sonho do papel!

 

 

Planejando sua viagem para a Holanda: 

Como chegar e informações úteis

O Aeroporto Internacional de Amsterdam (AMS) recebe voos diários saindo do Brasil, operados pela KLM, e está muito bem conectado com os aeroportos das principais cidades europeias.

Outra grande facilidade é o fato dos brasileiros não precisarem de visto para visitar nenhum país da Europa, desde que a viagem seja para fins de turismo e com duração de até 90 (noventa) dias.

Além disso, os deslocamentos internos pela Europa costumam ser baratos e fáceis. Em um piscar de olhos, você cruza as fronteiras e já está pronto para viver experiências completamente diferentes em outro lugar!

Por isso mesmo, vale a pena caprichar no planejamento da viagem para não se render àquela vontade de abraçar o mundo de uma só vez. A dica é controlar a ansiedade, definindo bem as suas prioridades 😉

Planejando sua viagem: 

Qual a melhor época para ir?

Falando em planejamento, uma das primeiras perguntas que devem ser feitas em toda viagem é qual a melhor época para se visitar determinado lugar. Em todo o Hemisfério Norte, as estações do ano são inversas às nossas aqui no Brasil. Então quando estamos no calor do verão, lá na Europa é inverno e por aí vai!

A época do ano é algo que impacta diretamente tanto nos preços, quanto no tipo de experiência que você vive na viagem. Na Europa, as melhores épocas para viajar tendem a ser nas estações intermediárias: Primavera (Março a Junho) e Outono (Setembro a Dezembro).

No quesito datas especiais na Holanda, a maior delas é o Dia do Rei (27 de Abril). Os locais vão às ruas vestidos de laranja e a programação é super animada. É quase um Carnaval holandês! 

Mas atenção: nessa data, Amsterdam e algumas cidades vizinhas costumam ficar com a sua lotação máxima, então é importante reservar sua hospedagem com antecedência para conseguir bons preços.

 

O que fazer na Holanda: monte seu roteiro

1- Amsterdam

 

 

Chegamos na parte mais divertida do planejamento: o que fazer na Holanda? Vamos pelo começo. Como toda boa capital, Amsterdam é o grande epicentro do turismo no país. Pode confiar que não faltam opções de bons programas para curtir a sua viagem ao máximo, sob o risco de você nem querer mais voltar!

Pronto? Hora de pegar a bicicleta, dar aquela checada nos pneus, no freio e sair para passear! Na lista dos pontos turísticos mais clássicos estão o famoso letreiro “IAmsterdam”, a Casa de Anne Frank e o Museu do Van Gogh. Lembre-se de reservar os museus antes pela Internet para não perder seu tempo precioso em filas 😉 

Recomendamos que você tire uma noite para descobrir a diversidade da vida noturna em Amsterdam, que você visite uma tradicional Coffeeshop (pelo menos para conhecer) e que você experimente as comidas de rua holandesas. Aos sábados, costumam rolar várias feiras abertas pela cidade, que são uma ótima maneira de entrar no clima local.

Caso a sua viagem aconteça durante a Primavera, não deixe de incluir no seu roteiro uma visita aos campos de tulipas de Keukenhof. É lindíssimo, digno de cenário de filme!

 

 

Busque voos para Amsterdão
Busque Hotéis em Amsterdão

 

2- Rotterdam

 

 

Amsterdam é incrível, mas que tal conhecer a Holanda mais a fundo? Saindo de lá, uma rápida viagem de trem te leva à cidade-irmã Rotterdam. 

Mais moderna, a segunda maior cidade holandesa atrai diversas pessoas que se interessam por arquitetura, gastronomia e novas ideias. 

Aliás, uma curiosidade interessante é que Rotterdam foi quase completamente destruída durante a Segunda Guerra Mundial, mas soube se reconstruir equilibrando inovação e tradição.

Por essas e outras, vale muito a pena tirar pelo menos um dia inteiro para conhecer Rotterdam e ter novos olhares sobre a Holanda!

Busque voos para Roterdã
Busque Hotéis em Roterdã

 

3- Utrecht

 

 

De Rotterdam ou de Amsterdam para Utrecht são só 30 minutinhos de trem, então que tal continuar explorando? Charmosíssima, a cidade é um convite para pedalar sem pressa e sem planos. Depois, é hora de comer muitíssimo bem para recuperar as energias!

Em Utrecht você também vai encontrar aquelas típicas paisagens holandesas, com uma mistura dos canais, bicicletas e aquelas casinhas que parecem peças de Lego ao fundo. Além disso, a cidade tem clima jovem e é repleta de bons bares e restaurantes. 

Por ser menos turística, é possível curtir tudo que a cidade tem para oferecer com mais tranquilidade e, ainda por cima, gastando menos. Então fica a dica: saia da rota das capitais e vá conhecer uma das mais bonitas cidades da Holanda!

Busque voos para Holanda
Busque Hotéis em Holanda

 

4- Eindhoven

 

 

Para se graduar em Holanda e dizer com propriedade que você conheceu bem o país, uma ótima pedida para encerrar a sua rota laranja é conhecer a cidade de Eindhoven e absorver ainda mais a cultura local.

Outro bom motivo para conhecer essa cidade é o fato de estar em uma localização estratégica, bem próxima às fronteiras da Holanda com a Alemanha e a Bélgica. Se organizar direitinho, Eindhoven pode servir como um bom pit-stop no deslocamento entre esses países!

Considerada um pólo de inovação em design, tecnologia e arte, Eindhoven tem uma arquitetura mais moderna e é um prato cheio para quem gosta de cultura urbana. É inspiração para tudo quanto é lado, seja nas ruas da ‘Cidade Criativa’ em Strijp-S ou nos grandes museus de arte.

Busque voos para Eindhoven
Busque Hotéis em Eindhoven

 

E aí, curtiu as nossas dicas? Então planeje a sua viagem com a momondo e compartilhe esse post com os seus amigos!

Se você vai fazer uma EuroTrip completa, passando por vários países, não deixe de ler também os nossos posts com dicas da Itália e de Portugal

Boas viagens!

 

Esta publicação foi escrita pela Manuela Hollós, do blog When in Rio. Para outros conteúdos escritos pela Manuela, você pode seguir os seus perfis no Instagram: @blogwheninrio e @manuelahm.