Pesquise passagens baratas para Sydney

Ida e volta
Econômica
Boston (BOS)
Sydney (SYD)
sex 3/7
sex 10/7
Qualquer mês
Compare com o momondo |
Alerta de restrição de viagem

O surto de COVID-19 (coronavírus) pode afetar sua viagem para Sydney. As restrições atuais para Sydney são baseadas nas restrições de viagem de Austrália.

Ver restrições de viagem atuais para Austrália

Os voos mais baratos para aeroportos de Sydney

Encontre os voos mais baratos para estes aeroportos de Sydney a partir da cidade ou aeroporto mais próximo
No momento, não há dados para a rota selecionada. Selecione outro aeroporto de partida

Qual é a melhor época para viajar para Sydney?

Como qualquer outro destino, quem deseja conhecer a maior e mais famosa cidade da Austrália precisa prestar atenção a um detalhe importante: o clima em Sydney. Ao contrário do que muitos pensam, os passeios às praias podem sim ser atrapalhados no inverno em Sydney, quando a mínima não fica abaixo de 0°C, mas gira em torno de 7°C, e também pelos dias de chuva, que podem ocorrer em qualquer estação, principalmente no verão.

Para viajar nos meses de janeiro e de verão, considerados alta temporada na cidade, as passagens aéreas para Sydney são mais caras. Já em fevereiro, que já compreende o outono, bem como na primavera e o inverno, é mais fácil encontrar passagem para Sydney para viajar nessa época e hospedagem com preços mais em conta.

De qualquer forma, quem faz uma viagem para Sydney, independente da estação no ano, sempre encontra muito o que fazer. No verão em Sydney é possível curtir as belas praias, ao passo que nos dias de chuva ou nos meses mais frios sempre há inúmeros museus, bares, restaurantes e diversas outras atrações para conhecer que não são atrapalhadas pelas chuvas e frio.

Qual é o mês mais barato para voar para Sydney?

Se você não puder viajar no mês de maio, reserve voos de Brasil para Sydney durante setembro. Os voos para Sydney em setembro, embora não tão baratos quanto os voos em maio, ainda têm preços baixos, a uma média de R$ 6.508.

Com quanta antecedência devo comprar uma passagem para Sydney?

É provável que você encontre voos mais baratos de Brasil para Sydney ao reservar 45 dias antes da data de partida. Em geral, espere encontrar voos para Sydney por cerca de R$ 7.279 ao pesquisar com 45 dias de antecedência. Tenha em mente que você também pode encontrar voos baratos para Sydney fora desse período. Usuários da momondo encontraram voos de Brasil para Sydney recentemente por R$ 3.986.

Qual é o dia mais barato para voar para Sydney?

O dia mais barato para viajar de Brasil a Sydney é domingo. Os viajantes que escolherem domingo para viajar a Sydney poderão encontrar voos a partir de R$ 6.900. Por outro lado, sábado é o dia mais caro para viajar a partir de Brasil porque é mais conveniente tanto para pessoas viajando a negócios quanto por lazer. Como resultado, os preços tendem a ficar por volta de R$ 7.769.

Qual é o horário mais barato para voar para Sydney?

Voar de Brasil para Sydney ao meio-dia é o horário mais barato do dia para viajar. Os usuários da momondo encontraram preços a partir de R$ 6.850 ao pesquisar por voos saindo ao meio-dia. Os voos pela manhã geralmente são mais caros, com passagens custando uma média de R$ 7.273.

O que há para fazer em Sydney quando está chovendo?

Na hora de planejar seu voo para Sydney, é importante estar ciente de que alguns meses não são tão favoráveis Nos meses de março ou junho, há uma chance maior de chuva em Sydney, e o volume de precipitação pode ultrapassar 130 mm. Mesmo quando está chovendo, ainda há coisas para fazer em Sydney, mas leve em conta de que a probabilidade de chover é alta. Se você quer fugir da chuva e fazer algumas compras, confira Australia Square. Muitas pessoas acham que Sea Life Sydney Aquarium é um lugar que vale a pena visitar em Sydney, especialmente nos dias em que o tempo não colabora.


Quais são as restrições atuais para viajar a Sydney?

Atualmente, as restrições de viagem para Austrália incluem viagens para Sydney. A Austrália restringiu a entrada de todos os viajantes, com exceção dos cidadãos e residentes permanentes da Austrália e seus familiares imediatos, cidadãos da Nova Zelândia residentes na Austrália, diplomatas credenciados na Austrália e residentes na Austrália e seus familiares imediatos e tripulação de companhias aéreas. Todos os viajantes são obrigados a se colocar em quarentena por 14 dias no primeiro ponto de entrada. A tripulação da companhia aérea está sujeita ao auto-isolamento até o próximo voo programado. Os estrangeiros podem transitar pela Austrália se o voo de conexão for em até 72 horas do voo de chegada. Eles devem ter um visto de trânsito ou ser cidadãos de um país isento de visto. Os passageiros em trânsito não precisam solicitar uma isenção para restrições de viagem se tiverem uma reserva para partir em um voo de conexão do mesmo aeroporto em até oito horas e não deixarão o aeroporto. Os viajantes que planejam deixar o aeroporto antes de embarcar no voo de conexão ou que permanecerão no aeroporto por mais de oito horas precisam solicitar uma isenção de viagem aqui e estará sujeito a quarentena até o voo de partida. Os viajantes da Nova Zelândia e das ilhas do Pacífico podem não precisar de uma isenção de viagem. Mais informações sobre o trânsito da Austrália estão disponíveis aqui. Se você planeja viajar para Sydney no momento, é recomendado que se informe a respeito das restrições atuais e siga medidas adequadas de segurança quando estiver em público.


Ofertas de passagens aéreas baratas para Sydney encontradas na momondo

Confira algumas das melhores tarifas saindo de aeroportos em Brasil para Sydney encontradas recentemente por usuários da momondo
Mais barato
Melhor opção
Mais rápidos
Várias companhias aéreas
3 out
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
22h 50m
1 escala
SYD
Sydney Kingsford Smith
31 out
SYD
Sydney Kingsford Smith
22h 05m
2 escalas
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
British Airways
1 nov
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
42h 55m
2 escalas
SYD
Sydney Kingsford Smith
21 nov
SYD
Sydney Kingsford Smith
41h 40m
2 escalas
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
Qantas Airways
10 set
GRU
São Paulo Guarulhos
23h 15m
1 escala
SYD
Sydney Kingsford Smith
17 set
SYD
Sydney Kingsford Smith
22h 55m
1 escala
GRU
São Paulo Guarulhos
Várias companhias aéreas
6 nov
GRU
São Paulo Guarulhos
27h 10m
1 escala
SYD
Sydney Kingsford Smith
20 nov
SYD
Sydney Kingsford Smith
32h 30m
2 escalas
GRU
São Paulo Guarulhos
Várias companhias aéreas
30 out
GRU
São Paulo Guarulhos
30h 20m
3 escalas
SYD
Sydney Kingsford Smith
11 nov
SYD
Sydney Kingsford Smith
25h 15m
2 escalas
GRU
São Paulo Guarulhos
British Airways
14 out
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
42h 20m
2 escalas
SYD
Sydney Kingsford Smith
28 out
SYD
Sydney Kingsford Smith
41h 40m
2 escalas
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional

Encontre os voos de ida mais baratos para Sydney Kingsford Smith

Se você estiver procurando por voos de ida para Sydney, veja algumas de nossas ofertas abaixo fornecida por Qantas Airways
Mais barato
Melhor opção
Mais rápidos
Várias companhias aéreas
2 ago
GRU
São Paulo Guarulhos
23h 55m
2 escalas
SYD
Sydney Kingsford Smith
Qantas Airways
2 ago
GRU
São Paulo Guarulhos
26h 20m
2 escalas
SYD
Sydney Kingsford Smith
Qantas Airways
31 jul
GRU
São Paulo Guarulhos
32h 15m
2 escalas
SYD
Sydney Kingsford Smith

Quais companhias aéreas voam para Sydney?

Aqui você pode conferir uma seleção das companhias aéreas mais populares e baratas para voos para Sydney

Os voos para Sydney partindo do Brasil são operados por mais de 15 companhias aéreas, entre elas Air China, KLM, Qantas Airways e Virgin Australia.

Infelizmente não é possível conseguir um voo direto para Sydney, e por isso a viagem pode durar de 28 a 44 horas, em média, dependendo do número de conexões. Verifique com a companhia escolhida o tempo de viagem para Sydney partindo de sua cidade e em quais cidades será necessário parar.

Não se esqueça de checar as regras sobre despacho de bagagem no site da ANAC.


Aeroportos em Sydney

Abaixo você encontra todos os aeroportos em Sydney e a distância até o centro da cidade

Ao comprar sua passagem para Sydney, provavelmente seu desembarque será no Aeroporto Internacional Kingsford Smith (SYD), embora os voos para a cidade cheguem também nos aeroportos Palm Beach Spb (LBH), Au-rose Bay (RSE) e Sydney West (SWZ).

Kingsford Smith (SYD)

É o maior aeroporto da Austrália e está a apenas 10 km do centro de Sydney. O trajeto até o seu hotel pode ser feito de forma relativamente rápida, dependendo do trânsito, através de aluguel de carros com uma das seis empresas que possuem loja no local, táxis que cobram entre 45 e 55 Dólares Australianos e dos trens Airport Link, que fazem a viagem até o centro em torno de 13 minutos e cobram 17,90 Dólares Australianos de tarifa.

Para quem está com muita bagagem ou quer um maior conforto, é possível ainda solicitar uma limousine ou o serviço de transfer do próprio hotel. Já quem quer economizar e está com pouca bagagem, uma boa opção são os ônibus e até mesmo bicicletas.


Transporte em Sydney

Se sua passagem para Sydney é para uma viagem que contempla pelo menos um final de semana, e se seu hotel realmente fica na área central, será fácil de se deslocar economizando. A primeira forma é fazendo boas caminhadas e a segunda é deixando o carro ou táxi de lado e utilizando o transporte público de Sydney, composto por trem, ônibus, ferry e bonde.

A primeira coisa que você deve fazer ao chegar na cidade é adquirir um Opal Card, que pode ser utilizado em todos os meios de transporte, permite integração e possui valores exclusivos. A tarifa de ônibus em Sydney, por exemplo, custa a partir de 2,10 Dólares Australianos, já a de trem a partir de 3,38. É importante observar, porém, que o valor é cobrado com base no trecho percorrido, por isso faça seu cálculo utilizando esse site.

Entre os benefícios oferecidos pelo cartão está a possibilidade de utilizar o transporte público por uma semana pagando 60 Dólares Australianos, além de utilizá-lo a vontade aos domingos pagando uma única tarifa de menos de 3 Dólares Australianos.


Brasileiros precisam de visto para Sydney?

Sim, brasileiros precisam ter em mãos não só as passagens aéreas para Sydney e um passaporte válido, mas também o visto australiano para entrar no país. No site da Embaixada da Austrália é possível conhecer o processo para obtenção desse visto, bem como a taxa a ser paga, as exigências do país em relação a vacinas e demais informações sobre o assunto.


Comece a planejar viagens baratas para Sydney


Dicas de viagem para Sydney

Opera House

Uma das atrações mais importantes de Sydney, que pode ser visitada em qualquer estação do ano, é a famosa Opera House. A visita custa 37 Dólares Australianos por pessoa, com desconto para quem compra online e para famílias compostas por 2 adultos e 2 crianças.

Passaporte

Um passaporte válido é obrigatório para quem quer visitar a Austrália, porém nem sempre ele é carimbado. Se você não abre mão de preencher as folhas do documento com todos os destinos que visitou, não esqueça de solicitar o carimbo na imigração.

Leis e costumes

Ao contrário do Brasil, os supermercados australianos não vendem bebidas alcoólicas, que são comercializadas exclusivamente nas chamadas Liquor Store. Muitos restaurantes australianos também não vendem esse tipo de bebida, mas permitem que os clientes levem as suas para consumirem no local. Alguns hábitos comuns para os brasileiros, como atravessar fora da faixa de pedestre ou fora da hora adequada, também são diferentes para os australianos. Quem é pego atravessando nessas condições pode, inclusive, ser multado, seja turista ou não.

  • Ida e volta
  • Só ida
  • Várias cidades
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
  • Várias
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe