Pesquise passagens baratas para Xangai

Ida e volta
Econômica
Boston (BOS)
Xangai (SHA)
sex 15/1
sex 22/1
Qualquer mês
Compare com o momondo |
Alerta de restrição de viagem

O surto de COVID-19 (coronavírus) pode afetar sua viagem para Xangai. As restrições atuais para Xangai são baseadas nas restrições de viagem de China.

Ver restrições de viagem atuais para China

Os voos mais baratos para aeroportos de Xangai

Encontre os voos mais baratos para estes aeroportos de Xangai a partir da cidade ou aeroporto mais próximo
No momento, não há dados para a rota selecionada. Selecione outro aeroporto de partida

Qual é o melhor período para viajar para Xangai?

Xangai tem estações bem definidas, portanto se você quer evitar o clima quente do verão ou o frio do inverno, é melhor visitar a cidade chinesa nos períodos da primavera – março a maio – e outono – setembro a novembro. As passagens aéreas para Xangai ficam mais caras exatamente nas estações de verão e inverno, nas férias de junho, julho, agosto, dezembro e janeiro. Também é importante evitar viajar no período de feriados, como o Ano Novo Chinês (em janeiro ou fevereiro) e a Golden Week (em outubro). Os voos para Xangai estarão mais caros, bem como outros serviços turísticos e a cidade vai estar bastante cheia. A melhor época para viajar para Xangai, se você quer gastar menos, é nos meses entre fevereiro e maio ou em novembro.

Qual é o voo mais barato para Xangai?

A melhor oferta encontrada na momondo nas últimas duas semanas foi um voo para Xangai de Pequim por R$ 511. Isso é 84% mais barato que a maioria das ofertas de voos para Xangai. Para encontrar preço mais baixo para Xangai partindo da sua região, use o Guia de preços por itinerário da momondo.

Qual é o mês mais barato para voar para Xangai?

O mês mais barato para voar para Xangai saindo de Brasil é novembro. Os preços de voos, que tendem a sair por uma média de R$ 5.085, geralmente são mais baixos nessa época porque é fora de temporada. Se você não quiser visitar Xangai em novembro, espere até março para voar a partir de Brasil, quando os preços de voos também são baixos, custando uma média de R$ 5.112.

Com quanta antecedência devo comprar uma passagem para Xangai?

O momento ideal para reservar sua passagem para Xangai é com 60 dias de antecedência, quando a média dos preços tende a ser R$ 6.246. Porém, recomendamos que pesquise os preços agora, porque os usuários da momondo encontraram passagens recentemente a partir de R$ 5.144.

Qual é o dia mais barato para voar para Xangai?

Nossos dados mostram que domingo é o dia mais barato para voar para Xangai. As passagens com ida nesse dia podem ter preços a partir de R$ 4.427. Os voos de Brasil a Xangai em sexta geralmente são mais caros e saem a cerca de R$ 6.398, em média. Tenha em mente que esses preços podem flutuar dependendo da época e da demanda.

Qual é o horário mais barato para voar para Xangai?

Pela manhã é o horário mais barato do dia para viajar de Brasil para Xangai, quando você encontra preços de voos a partir de R$ 3.156. Voar para Xangai pela manhã é um horário ideal porque fica fora do horário de pico. Tente não comprar passagens saindo ao meio-dia porque elas tendem a custar cerca de R$ 6.961. É claro que esses preços podem variar dependendo da época do ano e do aeroporto de destino.

Há outro aeroporto perto de Xangai?

Existem alternativas para viajar para Xangai, como Aeroporto de Xangai Pu Dong, Aeroporto de Sucheu, Aeroporto de Wuxi, Aeroporto de Nantong ou Aeroporto de Hangzhou.

Existe uma alternativa mais barata para voar para Xangai?

Com voos a um preço médio de R$ 1.592 por pessoa, o aeroporto mais barato para voar ao planejar sua viagem para Xangai é Aeroporto de Wuxi. Esse preço pode variar conforme seu local de partida. O Guia de preços por itinerário da momondo ajuda você a encontrar os melhores preços.


Quais são as restrições atuais para viajar a Xangai?

Atualmente, as restrições de viagem para China incluem viagens para Xangai. Restrições de entrada

A China restringiu a entrada e o trânsito a todos os viajantes, exceto cidadãos chineses, portadores de passaporte de Hong Kong, Macau ou Taiwan e viajantes com vistos diplomático, de serviço, de cortesia ou C ou com visto emitido após 28 de março de 2020. A China suspendeu todos os voos diretos do Reino Unido. Estrangeiros com autorização de residência para fins de trabalho, assuntos pessoais e reunião podem retornar à China. Os titulares de autorizações de residência expiradas podem solicitar uma nova. Os estrangeiros que chegam a China continental para atividades econômicas, comerciais, científicas ou tecnológicas necessárias ou fora de necessidades humanitárias de emergência podem solicitar vistos em embaixadas ou consulados chineses.

Requisitos de entrada

Os estrangeiros devem preencher um Formulário de Declaração de Saúde e apresentá-lo na chegada. Cidadãos chineses que chegam do Afeganistão, Albânia, Argélia, Andorra, Angola, Armênia, Austrália, Azerbaijão, Bahrein, Bangladesh, Barbados, Bielo-Rússia, Benin, Bolívia, Bósnia e Herzegovina, Botswana, Brunei Darussalam, Bulgária, Burkina Faso, Burundi, Camboja, Camarões, República Centro-Africana, Chade, Colômbia, República do Congo, República Democrática do Congo, Costa Rica, Cote d'Ivoire, Cuba, Chipre, Djibouti, República Dominicana, Equador, Guiné Equatorial, Eritreia, Estônia, Eswatini ( Suazilândia), Gabão, Gâmbia, Geórgia, Gana, Granada, Guiné, Guiné-Bissau, Hungria, Irã, Israel, Japão, Coreia do Sul, Kuwait, Quirguistão, Letônia, Líbano, Lesoto, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Madagascar, Malawi, Maldivas, Mali, Malta, Mauritânia, Moldávia, Mongólia, Marrocos, Moçambique, Níger, Nigéria, Macedônia do Norte, Omã, Palestina, Panamá, Peru, Polônia, Portugal, Qatar, Romênia, Ruanda, São Tomé e Príncipe, Senegal, Sérvia, Serra Leoa, Cingapura, Eslováquia, Eslovênia, Somália, S do Sul udan, Sri Lanka, São Vicente e Granadinas, Sudão, Suriname, Tajiquistão, Tanzânia, Timor-Leste, Togo, Tunísia, Uganda, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Vietnã ou Zâmbia devem ter um código QR verde com uma declaração obrigatória estado de saúde por 14 dias no aplicativo WeChat "FANG YI JIAN KANG MA GUO JI BAN". Um código QR verde gerado a partir do programa deve ser apresentado antes da partida. Cidadãos chineses que chegam dos seguintes países precisarão de um resultado de teste de ácido nucleico COVID-19 emitido dentro de 3 dias antes da partida para gerar este código. Os estrangeiros procedentes dos países acima mencionados devem possuir o Formulário de Declaração de Saúde expedido pela embaixada ou consulado chinês. O formulário pode ser obtido com um atestado médico com resultado negativo no teste de ácido nucléico do Coronavírus (COVID-19) emitido no máximo 3 dias antes da partida Os viajantes que chegam de Taiwan devem ter um certificado médico com resultado negativo no teste de ácido nucléico COVID-19, emitido no máximo 72 horas antes da partida. Viajantes chegando da Argentina, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, República Tcheca, Dinamarca, Egito, Etiópia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Islândia, Índia, Indonésia, Iraque, Irlanda, Itália, Jamaica, Jordânia, Cazaquistão, Quênia, Malásia, Maurício, México, Namíbia, Nepal, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Paquistão, Filipinas, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Espanha, Síria, Suíça, Tailândia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, EUA ou Zimbábue devem ter um código QR verde com um deve declarar seu estado de saúde por 14 dias no app WeChat "FANG YI JIAN KANG MA GUO JI BAN" Um código QR verde gerado a partir do programa deve ser apresentado antes da partida. Os viajantes que chegam dos seguintes países precisarão de um resultado do teste de ácido nucleico COVID-19 emitido até 48 horas antes e um resultado negativo do teste de anticorpos IgM emitido no máximo 48 horas antes da partida para gerar este código. Os viajantes que não chegarem diretamente à China devem repetir os dois testes nos países de trânsito e obter um novo Formulário de Declaração de Saúde em cada país de trânsito. Os estrangeiros procedentes dos países mencionados devem possuir o Formulário de Declaração de Saúde expedido pela embaixada ou consulado chinês. O formulário pode ser obtido com um resultado negativo do teste de ácido nucléico do Coronavírus (COVID-19) emitido no máximo 48 horas antes da partida e um resultado negativo do teste de anticorpos IgM emitido no máximo 48 horas antes da partida. Os viajantes que não chegarem diretamente à China devem repetir os dois testes nos países de trânsito e obter um novo formulário de declaração de saúde em cada país de trânsito.

Requisitos de quarentena

Os viajantes que chegam a Pequim (PEK), Guangzhou (CAN), Xangai Hongqiao (SHA), Xangai Pudong (PVG), Shenzhen (SZX) ou Xiamen (XMN) estão sujeitos a exames médicos e quarentena por 14 dias. A tripulação da companhia aérea com escala nos aeroportos acima deve passar pelo NAT dentro do terminal de passageiros e, em seguida, isolar-se temporariamente em seu hotel antes de obter os resultados do NAT.

Se você planeja viajar para Xangai no momento, é recomendado que se informe a respeito das restrições atuais e siga medidas adequadas de segurança quando estiver em público.


Ofertas de passagens aéreas baratas para Xangai encontradas na momondo

Confira algumas das melhores tarifas saindo de aeroportos em Brasil para Xangai encontradas recentemente por usuários da momondo
Mais barato
Melhor opção
Mais rápido
Lufthansa
24 mai
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
30h 45m
2 escalas
PVG
Xangai Pu Dong
5 jun
PVG
Xangai Pu Dong
41h 00m
2 escalas
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
LATAM Airlines
11 jun
GRU
São Paulo Guarulhos
43h 05m
1 escala
PVG
Xangai Pu Dong
19 jun
PVG
Xangai Pu Dong
39h 30m
1 escala
GRU
São Paulo Guarulhos
Várias companhias aéreas
11 jun
GRU
São Paulo Guarulhos
34h 55m
2 escalas
PVG
Xangai Pu Dong
19 jun
PVG
Xangai Pu Dong
39h 30m
1 escala
GRU
São Paulo Guarulhos
SWISS
3 jul
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
46h 30m
2 escalas
PVG
Xangai Pu Dong
11 ago
PVG
Xangai Pu Dong
34h 00m
2 escalas
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
Lufthansa
23 mai
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
30h 45m
2 escalas
PVG
Xangai Pu Dong
7 jun
PVG
Xangai Pu Dong
41h 00m
2 escalas
GIG
Rio de Janeiro Galeão Internacional
Lufthansa
3 abr
GRU
São Paulo Guarulhos
34h 10m
2 escalas
PVG
Xangai Pu Dong
10 abr
PVG
Xangai Pu Dong
40h 20m
2 escalas
GRU
São Paulo Guarulhos

Encontre os voos de ida mais baratos para Xangai

Se você estiver procurando por voos de ida para Xangai, veja algumas de nossas ofertas abaixo.
Mais barato
Melhor opção
Mais rápido
Várias companhias aéreas
4 mai
GRU
São Paulo Guarulhos
47h 00m
3 escalas
PVG
Xangai Pu Dong
Qatar Airways
3 mai
GRU
São Paulo Guarulhos
26h 40m
1 escala
PVG
Xangai Pu Dong
American Airlines
15 mar
GRU
São Paulo Guarulhos
79h 40m
2 escalas
PVG
Xangai Pu Dong

Quais são as companhias aéreas que voam para Xangai?

Aqui você pode conferir uma seleção das companhias aéreas mais populares e baratas para voos para Xangai

Existem muitas companhias aéreas que voam para Xangai; as principais são a Emirates Airlines, Qatar Airways, Turkish Airlines, Lufthansa e Delta. Não existem voos direto do Brasil para a cidade chinesa, você precisará fazer pelo menos uma escala em uma cidade internacional, dentre elas Doha, Madri, Dubai ou Los Angeles. O tempo de voo varia de acordo com o local de onde você irá partir. Embarcando, por exemplo, no Aeroporto de São Paulo/Guarulhos – Governador André Franco Montoro (GRU), a média é de 30h. E em Xangai, você vai ter duas opções de terminais aéreos: o Aeroporto Internacional de Xangai – Pudong (PVG) e o Aeroporto Internacional de Xangai – Hongqiao (SHA). Os voos para Xangai são feitos por companhias tradicionais, porém é importante observar se sua passagem inclui a bagagem de porão ou se você terá que pagar uma taxa extra para despachar suas malas.


Como se faz para ir ao centro da cidade a partir do aeroporto de Xangai?

Veja abaixo todos os aeroportos em Xangai e descubra como ir até o centro da cidade

Existem diversas maneiras de como ir do aeroporto ao centro de Xangai. O metrô é a opção mais barata para sair do Aeroporto Internacional de Xangai – Pudong (PVG) e do Aeroporto Internacional de Xangai – Hongqiao (SHA). Você pode utilizar a linha 2 para chegar ao centro da cidade chinesa a partir dos dois aeroportos e o passe custará em torno de ¥ 3-9 (R$ 1,80-5,30). O transfer do aeroporto para o centro de Xangai também é uma alternativa, principalmente se você preferir mais conforto. O custo será em torno de ¥ 425 (R$ 252) saindo de Pudong. Já de Hongqiao, será de cerca de ¥ 340 (R$ 200) – ambos os preços são para quatro pessoas. O táxi também é uma boa escolha de transporte do aeroporto para o centro de Xangai e o valor cobrado será de, aproximadamente, ¥ 150-180 (R$ 89-107), para Pudong, ou ¥ 60-100 (R$ 36-60), para Hongqiao. O trajeto saindo do primeiro aeroporto é de quase 45 km e irá levar cerca de 40min; partindo do segundo ao centro, serão aproximadamente 30min para percorrer os 18 km. E para ter uma experiência interessante, você também pode utilizar o trem Maglev como meio de transporte no Aeroporto Internacional de Xangai – Pudong (PVG). Em pouco mais de 7min você estará próximo da área central da cidade, já que o trem magnético se locomove em uma velocidade média de 430 km/h. O custo será de cerca de ¥ 50 (R$ 30). Você terá que desembarcar na estação Longyan Rd e complementar o percurso até o centro com outro tipo de transporte. Também existe a possibilidade de usar o ônibus para quem está em Hongqiao (a linha é a 925A).


Transporte em Xangai: tudo o que você precisa saber

O transporte público em Xangai é extremamente eficiente e você poderá adquirir um cartão recarregável que funciona para todos os tipos de meios de locomoção. O ônibus tem uma enorme quantidade de linhas e a passagem única custa, aproximadamente, ¥ 2 (R$ 3,40). A única dificuldade é saber os nomes das linhas que você precisará utilizar, já que todos estão escritos em chinês. O metrô pode ser uma opção de transporte em Xangai menos complicada, apesar da sua extensa rede. São 14 linhas diferentes e o preço irá variar de acordo com a distância que você vai percorrer, mas a passagem custará em torno de ¥ 3-14 (R$ 5-24). É importante lembrar que durante os horários de pico, o metrô pode estar bastante cheio. Para quem quer mais conforto em sua viagem para Xangai, o táxi pode ser a melhor escolha. O custo será de aproximadamente ¥ 2,5 (R$ 1,50) com a adição da taxa inicial de ¥ 14 (R$ 8,30) pelos três primeiros km. Os barcos, ou ferries, são outra alternativa de como se locomover em Xangai. O preço da passagem é de cerca de ¥ 2 (R$ 3,40) para acessar as 18 linhas que circulam no rio Huangpu.


Brasileiros precisam de visto para Xangai?

Com a passagem para Xangai garantida, você vai precisar tirar o visto. O processo deve ser feito em um dos consulados da China e demora cerca de uma semana. Para iniciar a requisição do visto para Xangai, você precisará preencher um formulário de solicitação, ter o passaporte para Xangai dentro da validade e os comprovantes de passagem e estadia. A tarifa para múltiplas entradas é de cerca de ¥ 776 (R$ 460). Lembre-se que se você tiver comprado passagem para Xangai com escala em um país fora da zona Schengen, como os Estados Unidos, será preciso tirar visto para esse país também. (Preços verificados: 11/11/2019).

  • Ida e volta
  • Só ida
  • Várias cidades
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
  • Várias
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe