Pesquise passagens baratas para Pamplona

Ida e volta
Econômica
Washington, D.C. (WAS)
Pamplona (PNA)
seg 6/7
seg 13/7
Qualquer mês
Compare com o momondo |
Alerta de restrição de viagem

O surto de COVID-19 (coronavírus) pode afetar sua viagem para Pamplona. As restrições atuais para Pamplona são baseadas nas restrições de viagem de Espanha.

Ver restrições de viagem atuais para Espanha

Os voos mais baratos para aeroportos de Pamplona

Encontre os voos mais baratos para estes aeroportos de Pamplona a partir da cidade ou aeroporto mais próximo
No momento, não há dados para a rota selecionada. Selecione outro aeroporto de partida

Qual é a melhor época para viajar para Pamplona?

Qual é o dia mais barato para voar para Pamplona?

Em média, o dia mais barato para voar para Pamplona saindo de Brasil é quinta. Os usuários da momondo encontraram passagens com idas em quinta a partir de R$ 4.055. No entanto, esse preço pode flutuar dependendo da companhia aérea, época e feriados. Por outro lado, segunda é o dia mais caro para viajar a partir de Brasil porque é mais conveniente tanto para pessoas viajando a negócios quanto por lazer. Como resultado, os preços tendem a ficar por volta de R$ 7.615.

Qual é o horário mais barato para voar para Pamplona?

Segundo os nossos dados, à tarde é o horário mais barato do dia para voar para Pamplona. Os usuários da momondo encontraram voos partindo de Brasil para Pamplona, à tarde, a partir de R$ 4.242. Tenha em mente que esses preços podem flutuar com base na companhia aérea escolhida e na época do ano em que você planeja viajar. Tente não comprar passagens saindo ao meio-dia porque elas tendem a custar cerca de R$ 7.838. É claro que esses preços podem variar dependendo da época do ano e do aeroporto de destino.


Quais são as restrições atuais para viajar a Pamplona?

Atualmente, as restrições de viagem para Espanha incluem viagens para Pamplona. A Espanha reabriu suas fronteiras a viajantes da maioria dos países da UE; no entanto, a entrada permanece restrita a viajantes que chegam de outras áreas, exceto cidadãos e residentes espanhóis, e familiares imediatos que os acompanham. A Espanha reabriu suas fronteiras para viajantes da UE, do Espaço Schengen e do Reino Unido a partir de 21 de junho. As viagens entre Espanha e Portugal foram retomadas a partir de 1º de julho. Os viajantes que chegam das áreas mencionadas não precisam mais apresentar um certificado de residência ou se auto-isolar após a entrada na Espanha; no entanto, eles precisarão fornecer informações de contato e qualquer histórico de exposição à COVID-19 e passar por uma verificação de temperatura e avaliação visual da saúde. Restrições a viajantes de fora da União Europeia e do espaço de livre circulação do Schengen serão levantadas caso a caso a partir de 8 de julho, desde que os países de onde eles saem tenham acordos com a Espanha. Para viajantes que chegam de fora da UE, as seguintes regras ainda se aplicam: Viajantes residentes em Andorra, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Suécia ou Suíça podem transitar pela Espanha no caminho de casa para seu local de residência. O mesmo se aplica aos viajantes com visto de longa duração emitidos por um Estado-Membro Schengen que retornam ao seu local de residência. Membros da família imediata de cidadãos espanhóis podem entrar na Espanha, mesmo que não estejam acompanhados por um cidadãos espanhol, se estiverem viajando para se juntar ao membro da família que já está no país. Residentes de Andorra, Islândia, Noruega ou Suíça, bem como portadores de visto de longo prazo dos Estados-Membro Schengen que estão voltando para casa também podem entrar na Espanha, assim como profissionais de saúde e de assistência a idosos, diplomatas, funcionários de organizações internacionais e humanitárias e militares. no desempenho de suas funções. Pessoas que podem demonstrar prova de que estão viajando por motivos humanitários ou de emergência em família também podem entrar. As chegadas de fora da UE só podem desembarcar em Alicante (ALC), Barcelona (BCN), Bilbau (BIO), Fuerteventura (FUE), Gran Canária (LPA), Ibiza (IBZ), Madri (MAD), Málaga (AGP), Menorca (MAH), Lanzarote (ACE), Palma de Maiorca (PMI), Santander (SDR), Sevilha (SVQ), Tenerife-Sur (TFS) ou Valência (VLC). As autorizações de residência e os vistos D que expirarem após 14 de dezembro de 2019 serão aceitos para entrada na Espanha e considerados válidos por 6 meses após o término do estado de alerta. Se você planeja viajar para Pamplona no momento, é recomendado que se informe a respeito das restrições atuais e siga medidas adequadas de segurança quando estiver em público.


Comece a planejar viagens baratas para Pamplona

  • Ida e volta
  • Só ida
  • Várias cidades
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
  • Várias
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe
Econômica
  • Econômica
  • Econômica Premium
  • Executiva
  • Primeira classe